As mulheres feias de Jair Bolsonaro e de Marco Feliciano  !!!!                                                                   Querida amiga Zuca Silva Saudade de ti e do teu esposo, meu amigo Renato, com sua alegria contagiante. Espero no ano que vem visitá-los em Nova Santa Rita, RS. Soubeste, certamente, de que secundaristas de todo o Brasil fizeram a prova do ENEM neste final de semana que passou. O tema não poderia ser mais digno e educativo: “A persistência da violência contra a mulher”. O tema explorou a frase da filósofa Simone de Beauvoir: “Não se nasce mulher, torna-se mulher”. A abordagem da violência contra as mulheres foi de acerto indiscutível. Tanto que repercutiu com a força nunca antes acontecida. Uma das repercussões veio da direita – esse estuário social que carrega pela frente os desinformados, doentes conscienciais, analfabetos políticos, preconceituosos e antissociais. Aliás, a pior das manifestações veio do mais perverso setor de direita e seus portas vozes foram os “nobres” deputados [com “p” minúsculo] Bolsonaro e Feliciano. Pelo Twitter acusaram o ENEM de doutrinação. Ora, Bolsonaro é de orientação nazista, que defende a ditadura, as torturas e estupros para as mulheres inteligentes que pensam, como o fez com a depurada Maria do Rosário da tribuna da Câmara. Na sua campanha eleitoral distorceu a declaração universal dos direitos humanos cunhando a lamentável frase seletiva modelo nazista de que “os direitos humanos são para pessoas direitas”. Este senhor participa intensamente do movimento golpista e clama pelo retorno do Brasil à ditadura sanguinária, assassina e destruidora do País. A mesma que matou milhares de jovens, deixando seus pais, mães e o Brasil de luto. Muitos gênios de todas as áreas do conhecimento sumiram nas mãos dos assassinos sustentados pelo regime de Bolsonaro. Portanto, ele não tem moral, inteligência nem capacidade intelectual para avaliar o MEC no que deve e no que não deve fazer no ENEM. Pior, mentes como a de Bolsonaro são devastadoras porque voltadas para o mal. É evidente que ele é do tipo que prefere que os jovens sejam ignorantes, obscuros, machistas e alienados. Assim, seriam vítimas dóceis de políticas dominantes e manipuladoras, como a de Hitler na Alemanha e de Mussolini na Itália, responsáveis pela segunda guerra e pela destruição de milhões de seres humanos. O nazismo e o fascismo são a ideologia de Bolsonaro. Da mesma forma o pastor de dízimos Marco Feliciano, oportunista e fisiologista de direita, eleito deputado federal por uma corrente de analfabetos funcionais e sem consciência cidadã. Feliciano também lamentou que a prova do ENEM sirva de ferramenta de conscientização de cerca de oito milhões de adolescentes brasileiros. Certamente o “nobre” pastor preferiria jovens amortecidos que acreditassem que dízimo é negócio com Deus e justo para enriquecer donos de igreja. O “nobre” deputado desejaria que os jovens não pensassem, refletissem nem conhecessem os direitos mais sentidos e profundos do ser humano. Tanto Bolsonaro quanto Feliciano, que são amigos íntimos e afinados pela mesma ideologia que prefere escravos de consciência do que pessoas autônomas e pensantes, defendem o ensino que domestica e amordaça. Nesse ensino as mulheres são consideradas inferiores, meras peças reprodutoras e fábricas de prazer para os homens. E nada mais. Esses dois deputados ditos evangélicos, como Eduardo Cunha, prefeririam que a juventude se restringisse a responder questões tecnicistas que a remetesse ao mercado cega e insensível aos problemas das mulheres. Porém, está de parabéns o MEC por levantar o problema da violência contra as mulheres. Dessa forma, muitos jovens que ingressarão no ensino superior não se depararão com suas colegas como prostitutas ou como carnes a serem devoradas ferozmente, como ainda acontece em muitas universidades com os tais trotes dos bichos. Oito milhões de jovens tiveram que construir redações sobre o problema das mulheres que sofrem violência por parte de maridos e familiares, como se isso fosse normal. Isso os fez refletir no problema da violência ainda forte contra as mulheres a partir de um sistema machista. Há dois tipos de mulheres vítimas do machismo. Um é o das mulheres que sofrem caladas porque marginalizadas de seus direitos, sem potencial para reagir libertando-se da barbárie. Outro é o das que se revestem do machismo dos homens intolerantes e desrespeitadores dos direitos dos outros. Essas mulheres são tão infelizes e marginais quanto as primeiras. São autoritárias, donas da verdade, manipuladoras que veem as outras mulheres como concorrentes e os homens como prezas de quem tiram proveito. Esse é caso da fanática Celene Carvalho, que atacou o ex-senador Eduardo Suplicy na livraria Cultura em São Paulo. O jornalista Paulo Nogueira a define como histérica, monstro analfabeto criado pela mídia dominante e irracional. Mulher vazia, solitária e de vida sem sentido. Celene certamente representa muitas herdeiras do machismo, que cheiram mal por causa de suas emoções apodrecidas, por seus corações gelados e sem amor, por suas mentes fechadas e por sua falta de futuro, sempre agarradas às múmias putrefatas sem ideais. Suas festinhas culturais e sociais são pura chatice e conservadorismo, que só reúnem quem já morreu e não se lembra. Esse tipo enfeia e desqualifica as mulheres. Elas se tornam horrorosas pelos venenos que jogam no ar, empestando todos os ambientes. Elas são modelo Bolsonaro e Feliciano, tão feias moralmente quanto eles. Por isso tudo a importância da avaliação feminista do ENEM. Que bom que os reacionários reclamaram e puseram defeitos. Sinal de que o MEC acertou. • Abraços críticos e fraternos na luta pela justiça e pela paz sociais. • Dom Orvandil, OSF: editor do blog +Cartas e Reflexões Proféticas, presidente da Ibrapaz, bispo da Diocese Brasil Central, Centro Oeste, e professor universitário, trabalhando duro sem explorar ninguém.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s